“SEMPRE MOTIVE SEUS COLABORADORES”

Num sentido mais amplo, a Motivação é designada pela condição do organismo que influencia a direção(orientação para um objetivo) do comportamento. Por outras palavras é o impulso interno que leva à ação, respondendo à questão: “ O que leva o indivíduo a comportar-se de determinada maneira?” O estudo da motivação apresenta os princípios gerais que nos ajudam a compreender, por que motivo os seres humanos, em determinadas situações específicas escolhem, iniciam e mantém determinadas ações.

A Motivação é um conceito central para a compreensão do comportamento humano. Sem ela é difícil obter bons resultados. Pode-se até referir que quando é activada acaba por dirigir o comportamento. Quando existe Motivação as tarefas são realizadas mais pelo prazer do que por obrigação.

Indícios de Motivação – Quando se verifica situações onde a Motivação está presente, existe uma pré-disposição para os indivíduos se adaptarem a alterações com entusiasmo; empenho, etc.

Indícios de desmotivação – Por outro lado, em oposição à anterior, quando não existe Motivação verifica-se: apatia, absentismo elevado, falta de cooperação, resistência injustificada à mudança, entre outros.

A Motivação é sem dúvida o motor principal da mudança de comportamentos, bem como do sucesso no trabalho, escola e outras áreas. Se as pessoas identificarem os principais fatores que influenciam a Motivação nas suas atividades, podem estar na posse da chave fundamental para abrir o caminho ao sucesso da sua vida pessoal e profissional.

Anúncios

“MOTIVAÇÃO EMPRESARIAL”

Motivação empresarial é, de certa forma, um assunto delicado. Ninguém motiva ninguém, na verdade. O máximo que podemos fazer é incentivar a outra pessoa a querer realizar aquilo que queremos que ela faça. E é isso o que ocorre nas empresas, administradores tentam fazer com que seus funcionários “sintam vontade” de fazer o seu trabalho, pois dessa forma aumenta-se a produtividade.

O que motiva os funcionários individualmente, no entanto, não é o mesmo que os motiva no trabalho. Muitos pesquisadores da área da motivação tiveram problemas no passado para chegar a uma conclusão sobre o que realmente motiva pessoas no trabalho, pois havia um conflito muito grande entre a motivação pessoal e a profissional.

A motivação pessoal é a força motriz dos vencedores do jogo da vida. Sentir-se motivado independentemente de fatores externos é o segredo das pessoas que atingem resultados. Essa motivação, no entanto, não pode ser ensinada ou incentivada por algo externo, não é possível motivar funcionários nesse nível. Há pessoas que jamais desenvolverão esse tipo de motivação intrínseca, elas não têm vontade para tanto. Tentar fazer com que funcionários desenvolvam algum tipo de automotivação é inútil. Pessoas automotivadas o são independentemente de incentivos e pessoas desmotivadas com a própria vida pessoal dificilmente saem dessa condição através de incentivos artificiais oferecidos pela empresa.

Palestras motivadoras, incentivos, bônus, etc. possuem efeitos muito curtos sobre a motivação de pessoal. Empresas como Semco, Microsoft, Google, HP oferecem aos seus funcionários, acima de tudo, um ambiente estimulante, em que o funcionário se sente parte do resultado.

A motivação no trabalho, para a grande maioria das pessoas, está desconectada da motivação pessoal. Contudo, garantindo que seu funcionário se sinta bem no trabalho, se sinta valorizado e respeitado, você estará dando razões para que, apesar de “preferir” estar em outro lugar (motivação intrínseca), o funcionário estará trabalhando com dedicação e orgulho. Quando o funcionário percebe que tem possibilidades de crescer na empresa e que seus esforços refletem diretamente no resultado, quando ele se sente respeitado e tratado com justiça por seus superiores, sua produtividade aumenta, não importando se sua verdadeira motivação está ligada ao trabalho ou não.

Fran Christy é formada em administração de empresas com especialização em planejamento estratégico. Vive em Seattle, EUA.

“ALGUMAS DICAS PODEM AUXILIAR AS PESSOAS EM CARGOS DE LIDERANÇA”

  • Pense antes de falar qualquer coisa;
  • Cometer erros é normal, mas filtrar o que se fala pode antecipar a correção de equívocos. Pense se o que será dito é certo e verdadeiro;
  • Procure sempre medir as palavras para informar algo de forma suave, sem gerar revolta;
  • Peça sempre, por favor. Apesar de estar no comando, o fato de ser líder não lhe difere de ninguém na educação, e ainda deixa a relação com os outros mais tranquila;
  • Quando houver má produção por meio de um funcionário, fale com ele separadamente e com a voz firme, encarando-o nos olhos. Escândalos e reclamações não são atitudes de um bom líder. A figura de liderança deve ser diferenciada de chefe/patrão, que tem a visão comum de alguém grosseiro.

A educação e o respeito são o carro chefe de qualquer líder, trabalhando sempre dessa maneira, o respeito nada mais é do que o fruto de boas maneiras e competência.